Confiança do consumidor sobe e pode ter relação com saques do FGTS, diz FGV

Alta da confiança foi influenciada pelo maior ímpeto em relação às compras nos próximos meses, tendência que parece estar diretamente relacionada ao início da liberação dos saques do FGTS

A confiança do consumidor, pedida pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,5 ponto em setembro, para 89,7 pontos, registrando o maior nível desde março (91 pontos).