De acordo com o levantamento, 82% dos entrevistados avaliam de forma negativa as condições atuais da economia, percentual que pouco se alterou em relação a setembro do ano passado, quando estava em 81%. O desempenho é regular ou positivo para 14% e 2%, respectivamente, dos brasileiros que participaram do estudo.